ademir

Um vazio cheio de nada

- Advinha o que foi que me aconteceu.
- Conta, conta. O que foi?
- Topei com o Gaiarsa numa livraria.
- Gaiarsa? Eu conheço?
- Sabe o Gaiarsa? Aquele psiquiatra meio maluco, que tinha um programa de entrevistas na TV?
- Ah, sei. Um velhinho que virou pop star da psiquiatria
- Muito requisitado, aliás, por outros entrevistadores. Ele se apresentava quase sempre de boné, fazia muitas críticas ao moralismo, e principalmente à situação da educação no Brasil. Foi ele que disse, por exemplo, que todo ser humano é um gênio em potencial até por volta dos sete anos, daí em diante a família, a igreja, a escola, e as novelas da Globo transformam o ex-futuro gênio num idiota.
- Ele falou das novelas? Continue

ademir-furtado-helena-terra-condição-indestrutível-ter-sido-palavra-desejo-blog-internet

A condição indestrutível de ter lido um bom livro

Há uma crença antiga entre alguns literatos de que literatura se faz com palavras, não com ideias. Essa máxima é válida com uma condição: a de que as palavras tenham força e vigor, e sejam pronunciadas com a potencialidade de fecundar a página onde penetram. E aí já caímos num paradoxo, porque a palavra fecundante já não é uma simples palavra, é um fluxo semântico capaz de alterar a significação de qualquer enunciado. Continue